Na imagem, um homem negro, de cabelo curto e barba, vestindo um paletó xadrez e uma camisa de gola rolê preta olha para a câmera. Na arte, a marca Salutemplus e a frase

5 problemas de saúde com os quais homens devem se preocupar

Data de publicação: 05/06/2020 13:00:00
Categoria: Saúde do Homem
Por Jason Brick 

Problemas relacionados ao envelhecimento, ao aparelho reprodutor e à qualidade de vida estão entre as principais preocupações de saúde dos homens, de acordo com uma pesquisa feita pela Healthline. A partir de revistas e sites sobre saúde masculina, revisões de artigos e pesquisas informais, a publicação elencou os cinco temas que mais afligem esse público.

A idade e a hereditariedade estão entre os tópicos elencados, por mais que não se possa evitar completamente os efeitos desses fatores. Então, com que problemas de saúde os homens devem se preocupar, como preveni-los e tratá-los?

Problemas da próstata

A saúde da próstata é uma preocupação masculina que condiz com as estatísticas. Estima-se que um a cada nove homens desenvolverá câncer nessa glândula. Já o número de homens que terá hiperplasia prostática benigna, ou crescimento não cancerígeno da próstata, é de cerca de 50%, na faixa etária entre os 51 e os 60 anos.

Apesar de ser comum a tantos, as alterações nesse órgão não têm uma abordagem médica agressiva e muitos profissionais preferem realizar testes de rastreamento em seus pacientes a partir dos 45 anos, já que o crescimento da próstata tende a ser lento.

Um dos principais testes de rastreamento é feito por meio de exame de sangue, e pode detectar o câncer em fase precoce de desenvolvimento. Homens com histórico familiar ou outros fatores de risco para esta doença devem consultar o médico sobre outras possíveis medidas de prevenção.

Problemas nas articulações

As dores nas articulações e problemas de mobilidade são tópicos que recebem atenção masculina quando o assunto é saúde. A independência é uma das preocupações principais diante do envelhecimento, mas poucos sabem que excessos cometidos na adolescência e no início da fase adulta podem acarretar em problemas nas articulações na terceira-idade.

Manter a saúde das articulações depende de cuidados com o estilo de vida e a dieta. O trabalho que força as articulações e as atividades físicas que exigem muito do corpo podem ser prejudiciais. Assim, os exercícios moderados e regulares são uma opção às práticas mais extremas, sobretudo por volta dos 40 anos.

Função sexual

A perda de testosterona, natural com o envelhecimento, pode reduzir o desejo sexual, assim como a motivação e o bem-estar geral. Com isso, cresce o temor de que a disfunção erétil se torne uma realidade e atrapalhe a vida sexual.

O que os homens precisam saber é que existem formas de equilibrar os níveis do hormônio sem o auxílio de medicamentos, aumentando o consumo de alimentos ricos em proteínas e zinco, elementos básicos na produção de testosterona.

A prática de exercícios físicos, o combate ao estresse e a qualidade de vida ao ar livre também são fatores que podem influenciar positivamente nesses casos. Porém, se essas medidas não forem suficientes, um médico deve ser consultado.

Demência e distúrbios cognitivos

A memória e a saúde mental são preocupações masculinas, já que a perda da função cognitiva pode significar dependência de outras pessoas. Manter a mente ativa, utilizando jogos mentais, quebra-cabeças, palavras cruzadas e outros exercícios, além de manter conexões sociais é importante para fortalecer e prolongar a saúde mental.

Saúde circulatória

A pressão arterial e a saúde cardíaca estão na lista de tópicos médicos que mais preocupam os homens. De acordo com o Centro de Prevenção e Controle de Doenças dos Estados Unidos, os problemas circulatórios estão entre as dez principais causas de mortes masculinas naquele país.

Problemas como colesterol alto ou hipertensão podem se agravar com o passar dos anos, e conter os avanços dessas doenças depende de exercícios regulares e monitoramento frequente. Ou seja, é preciso ir ao médico anualmente verificar os sinais vitais e comparar com leituras anteriores para acompanhar o desenvolvimento de doenças.

Já os exercícios físicos cardíacos devem ocupar pelo menos 30 minutos de três a quatro dias na semana, recomendam os especialistas.

Como envelhecer melhor?

As mudanças no corpo que acontecem com o envelhecimento e os fatores hereditários também são preocupações dos homens, apesar de que pouco pode ser feito para lidar com os avanços do tempo e as condições genéticas.

Um estilo de vida saudável, com alimentação balanceada e atividades físicas regulares podem contribuir para um envelhecimento mais confortável. Além disso, hábitos como o tabagismo devem ser deixados de lado e combate ao estresse reforçado, para proteger a saúde física e mental.

Fonte: Healthline

Tradução: Daniela Souza
Redação, Designer e Revisão: Comunicação SalutemPlus
Diretor técnico: Geraldo Majella
  • Gostou? Compartilhe: