Um médico atendendo a um paciente do sexo masculino e explicando algo, com os dizeres: As DSTs mais comuns entre os homens

Quais são os tipos e sintomas das DSTs que mais afetam os homens?

Data de publicação: 19/11/2019 13:47:00
Categoria: Saúde do Homem

Por Adrienne Longhurst and Tricia Kinman

Alguns homens acreditam que saberiam imediatamente se tivessem sido contaminados por infecções sexualmente transmissíveis (ISTs). Porém os sintomas relacionados a essas doenças podem ser confundidos com os de outras condições e, em alguns casos, pode não haver nenhum sinal de que se contraiu uma IST.

Por isso além de manter relações sexuais seguras, com uso de preservativo, é importante conhecer os principais sintomas dessas condições de saúde, especialmente no corpo masculino.

O que é clamídia?
Causada por uma bactéria, a clamídia pode ser transmitida durante o sexo anal, oral ou vaginal. Em muitos casos, essa infecção não causa sintomas e, em outros, eles aparecem semanas depois do contágio.

Nos homens, alguns sinais dessa doença podem ser dor ao urinar, secreção no pênis e inchaço nos testículos. Quando a doença afeta o reto, dor, secreção e sangramento são os sintomas que podem ser percebidos nessa região.

Quais são os sintomas da gonorreia?
A causa da gonorreia também é bacteriana, e essa infecção sexualmente transmissível pode ser adquirida no sexo anal, oral ou vaginal. As partes do corpo afetadas podem ser pênis, ânus, garganta e uretra.

Essa é uma doença comumente assintomática em homens, mas alguns sinais podem ocorrer, como dor ao urinar, além da ocorrência de secreção em tons verde, amarelo ou branco no pênis. Outros sinais menos comuns incluem dor ou inchaço nos testículos, dores nas articulações e até erupções na pele.

O que causa a hepatite B?
A hepatite B é uma doença viral que pode ser transmitida por meio de relações sexuais. Uma de suas principais características é que seus sintomas não costumam estar relacionados aos órgãos genitais, mas ao fígado – já que o vírus provoca uma grave inflamação nesse órgão.

O contato com fluidos corporais ou sangue de uma pessoa infectada pode ser o suficiente para adquirir a doença, que comumente não apresenta sintomas. É importante ressaltar que, mesmo sem dar qualquer sinal, a doença pode causar danos graves ao fígado.

Em pacientes que percebem sintomas, a hepatite B pode ser confundida com uma gripe ou resfriado, já que causa perda de apetite, indisposição, febre baixa, dores musculares e nas articulações, náusea e vômito. Outro possível sinal da doença é o amarelamento da pele, conhecido como icterícia.

O que é a herpes?
A herpes, que também é causada por vírus, normalmente afeta a boca ou os órgãos genitais do paciente. As formas de transmissão incluem relações sexuais e até beijos.

Os principais sintomas dessa doença, quando ocorrem, são bolhas – que são comumente confundidas com espinhas ou outras doenças de pele. Há chances de que o surto inicial seja grave, e os primeiros sinais costumam aparecer entre dois dias a duas semanas após o contágio.

Nos homens, sinais comuns dessa doença são coceira ou queimação nas áreas onde surgirão as bolhas causadas pela doença – que podem ocorrer no pênis, nos testículos, nas nádegas, nas coxas ou nos arredores do ânus. No rosto, essas erupções podem acontecer nos lábios, na língua ou nas gengivas.

Outros sintomas são dores nos músculos das nádegas, coxas, joelhos e parte inferior das costas, inchaço em linfonodos, febre e perda de apetite.

Sintomas do papilomavírus humano (HPV)
A sigla HPV é usada para se referir a um grupo de vírus que pode ter mais de 150 tipos, sendo a maioria deles inofensiva. Porém cerca de 40 deles são considerados potencialmente prejudiciais à saúde, alguns de baixo e outros de alto risco.

Essa é uma infecção sexualmente transmissível bastante comum e a maioria das pessoas será infectada com um tipo do vírus ao longo da vida. Os sintomas dos tipos de vírus de baixo risco podem ser verrugas genitais, enquanto os que causam casos mais graves podem acarretar câncer no ânus, garganta e pênis.

As verrugas são o principal sintoma dessa doença. Elas costumam ser pequenas e ter aparência similar a uma couve-flor, e podem ocorrer tanto na área genital quanto oral.

As formas de transmissão são as relações sexuais anais, orais ou vaginais, e as formas de prevenção incluem preservativos e vacinas.

Quais os sinais de sífilis?
Causada por bactéria, a sífilis é uma IST transmitida por meio do sexo oral, anal ou vaginal. Antiga, a doença é considerada uma das mais graves entre as infecções sexualmente transmissíveis já que torna os pacientes mais propícios ao desenvolvimento de HIV.

Dividida em fases, essa IST tem sintomas próprios para cada uma delas. No estágio primário, ela causa uma ferida pequena, firme e indolor, que ocorre no local onde a bactéria penetrou o organismo; também pode haver inchaço nos gânglios próximos à área de infecção.

Na fase secundária, podem ocorrer sintomas como erupção cutânea que não coça, nas palmas das mãos ou solas dos pés; cansaço; dor de garganta e de cabeça; além de inchaço nos gânglios linfáticos.

Depois desse estágio, ocorre a sífilis latente, caso os sintomas tenham cessado sem que a IST tenha sido tratada. O quarto estágio, chamado de sífilis terciária, é raro, mas pode trazer complicações graves para os pacientes e até levar à morte. Os danos causados pela doença podem atingir o coração, o sistema nervoso, o cérebro, as articulações e outras partes do corpo.

Como é possível se prevenir contra ISTs?
A prática de sexo seguro, com o uso de preservativos, é a melhor forma de evitar o contágio por infecções sexualmente transmissíveis. O contato com feridas e fluidos corporais de pessoas infectadas também deve ser evitado.

Fonte:
Healthline

Tradutora e redatora: Daniela Souza
Revisora: Paula Ávila
Designer: Raphael Alpoim
Diretor Geral: Geraldo Majella

  • Gostou? Compartilhe: