Como é envelhecer com HIV?

Data de publicação: 13/08/2019 14:33:00
Categoria: Geriatria e Longevidade

Por Gigen Mammoser

A sofisticação de medicamentos tornou possível que pessoas com o vírus da imunodeficiência humana (HIV) tivessem mais qualidade de vida, assim como uma expectativa de vida próxima à esperada para a população geral. Porém, o envelhecimento para essas pessoas pode exigir mais cuidados e atenção.

Uma pessoa de 20 anos com HIV, que começou seu tratamento após 2008, tem expectativa de vida de 78 anos, de acordo com um estudo publicado na revista The Lancet HIV. Além de drogas menos tóxicas, pesquisadores acreditam que o próprio aumento na possibilidade de tempo de vida incentiva esses pacientes a cuidarem melhor da saúde e deixarem de lado hábitos nocivos como fumar.

Como é envelhecer com HIV?
Para Vincent Crisostomo, gerente de programa da Elizabeth Taylor 50-Plus Network, em San Francisco, nos Estados Unidos, uma rede de apoio social para pessoas com HIV, a população atual de pessoas com o vírus entrando na meia-idade ou na terceira idade provavelmente irá lutar contra uma série de complicações fisicas e psicológicas.

Esta é a primeira geração de idosos com HIV, o que pode causar dificuldades de ajuste para prestadores de serviços de saúde como os médicos geriatras, pois além dos problemas relacionados ao processo de envelhecimento como doenças cardíacas, diabetes, problemas cognitivos, ósseos e metabólicos, existem outras fragilidades relacionadas ao vírus.

"Todas as comorbidades do envelhecimento são mais sérias e ocorrem mais cedo quando o paciente tem HIV", afirma Renslow Sherer, diretor do Centro Internacional de Treinamento em Aids da Universidade de Chicago.

Problemas cognitivos
Além das chances de demência ligadas à terceira idade, como o Alzheimer, pacientes com HIV estão mais propensos a distúrbios neurocognitivos associados ao vírus, o qual têm tratamento diferente daquele usado para lidar com a primeira doença, e pode ser incorretamente diagnósticado.

Imunodeficiência
Os processos de deterioração do sistema imunológico se aceleram com o envelhecimento, sobretudo para as pessoas com HIV. O termo “inflammaging” é usado para descrever o envelhecimento precoce devido à inflamação crônica causada pelo vírus.

Como obter tratamento adequado?
Uma das peças chaves para o tratamento e controle do vírus HIV é o cuidado constante e o uso correto dos medicamentos. É importante que o acompanhamento médico seja regular para monitorar o comportamento do vírus no organismo.

Existem outros desafios?
O estigma do vírus HIV e a segregação dos pacientes diagnosticados com ele podem ser fatores cruciais para o desenvolvimento de desafios psicológicos para os pacientes. Além disso, a marginalização da população com o vírus da AIDS pode dificultar o acesso a serviços de saúde, cuidados básicos, alimentação saudável e moradia, impedindo a qualidade de vida na terceira idade.

Manter o trabalho de conscientização e prevenção continua sendo crucial para o controle da infecção pelo vírus HIV, pois apesar da vida relativamente normal, a doença ainda pode ser devastadora em outros aspectos.

Fonte:
Healthline
Tradutora e redatora: Daniela Souza
Revisora: Paula Ávila
Designer: Raphael Alpoim
Diretor técnico: Geraldo Majella

  • Gostou? Compartilhe: