Um close em 4 latas de refrigerante, com os dizeres: Risco à Saúde

O consumo de bebidas açucaradas pode aumentar o risco de câncer

Data de publicação: 05/08/2019 15:00:00
Categoria: Dieta e Nutrição

Por Nina Avramova

De acordo com uma pesquisa publicada na revista médica BMJ, bebidas açucaradas como refrigerantes e sucos podem aumentar as chances de desenvolvimento de câncer em até 18% de forma geral, e 22% para o risco de câncer de mama.

E, para isso, a quantidade ingerida não precisa ser grande. Bastam 100 ml por dia para aumentar os riscos de desenvolvimento de neoplasias. O estudo, que envolveu mais de 100 mil adultos franceses, analisou a relação entre o consumo de bebidas adoçadas e o risco de câncer.

Como o estudo foi realizado?
O estudo acompanhou 101,257 franceses saudáveis por nove anos. Entre os participantes, 79% eram mulheres e 21% homens, com idade média de 42 anos. Diariamente, os participantes respondiam a questionários sobre a alimentação e o consumo de bebidas adoçadas, incluindo bebidas de frutas com 100% de suco.

Ainda, a pesquisa levou em consideração outros fatores como idade, sexo, nível educacional, histórico familiar de câncer, tabagismo e atividade física. Durante o período de acompanhamento, foram diagnosticados 2.193 primeiros casos de câncer, com idade média de 59 anos. Destes, 693 eram cânceres de mama, 291 cânceres de próstata e 166 cânceres colorretais.

O que descobriu a pesquisa?
Para Mathilde Touvier, a principal autora do estudo, os resultados indicam que a redução do consumo de bebidas açucaradas pode ser benéfica à saúde. Além disso, apesar do açúcar ser apontado como principal condutor para o câncer, a pesquisa ainda indica que outros elementos podem contribuir para o desenvolvimento de neoplasias, como os corantes com 4-metilimidazole.

"O alto consumo de bebidas açucaradas é um fator de risco para obesidade e ganho de peso. A obesidade é, em si, um fator de risco para o câncer", disse Touvier, diretora da Equipe de Pesquisa em Epidemiologia Nutricional do Instituto Nacional de Saúde e Pesquisa Médica, em Paris.13 University.

Para o pesquisador de nutrição da Quadram Institute Bioscience, Ian Johnson, o mais intrigante da pesquisa é a relação entre o câncer e consumidores de sucos puros de fruta, o que destaca a necessidade de mais estudos sobre o assunto.

É importante destacar que o estudo é observacional e que não determina relação de causa e efeito. Portanto, novas pesquisas devem ser realizadas para compreender melhor a ação das bebidas adoçadas no organismo. A opinião dos especialistas, no entanto, permanece: reduzir o consumo de açúcar diário traz benefícios para a saúde.

O que o estudo diz sobre bebidas dietéticas?
As bebidas dietéticas não estavam entre as mais consumidas entre os participantes do estudo e, talvez, por isso, não foi encontrada nenhuma relação entre elas e o desenvolvimento de câncer. Enquanto isso, um outro estudo relacionou o consumo diário de bebidas artificialmente adoçadas a um aumento do risco de derrames, ataques cardíacos e morte prematura em mulheres acima dos 50 anos.

Fonte:
CNN Health

Tradutora e redatora: Daniela Souza
Revisora: Paula Ávila
Designer: Raphael Alpoim
Diretor técnico: Geraldo Majella

  • Gostou? Compartilhe: