Um garoto tendo o cabelo penteado por um pente fino para procurar piolhos, com os dizeres: Como tratar e prevenir dos terríveis piolhos?

Como tratar e prevenir dos terríveis piolhos?

Data de publicação: 04/07/2019 10:59:00
Categoria: Pediatria
Por Holly Pevzner 

Piolhos são o terror de pais de crianças pequenas, já que a infestação pode se espalhar por todos os membros da família. Apesar de não ser uma emergência médica, o problema requer tratamento e atenção uma vez que se encontre piolhos vivos ou seus ovos no couro cabeludo ou nos cabelos.

É importante ter produto o suficiente para tratar o couro cabeludo e toda a extensão do cabelo. Para aqueles com fios mais longos, pode ser necessário mais de uma embalagem de shampoo contra piolhos ou medicamento.

Outros cuidados, como usar luvas, evitar contato com o produto em caso de gravidez ou amamentação, além de consultar um pediatra antes de fazer o tratamento para piolhos e lêndeas em crianças menores de dois anos também são necessários.

Como tratar piolhos?
O primeiro passo é ler as instruções na embalagem do produto escolhido para o tratamento. Os produtos mais comuns nas farmácias são aqueles a base de permetrina.

Alguns tratamentos indicam a lavagem dos cabelos antes da aplicação do produto. Os shampoos mais indicados para isso são os que não contém silicone em sua fórmula, e condicionadores também devem ser evitados.

Não se deve cobrir a cabeça com plásticos ou toucas durante o tratamento, e a lavagem na água quente não é recomendada. Lavar os cabelos na pia é mais indicado que no chuveiro e as roupas devem ser trocadas por peças limpas depois da higienização do couro cabeludo.

O cabelo tratado não deve ser lavado pelos próximos dois dias e o uso de condicionador só deve ser feito após dez dias. Depois da aplicação do medicamento, é essencial estar atento a reações adversas e buscar ajuda médica caso ocorram sintomas como coceira, ardência ou vermelhidão.

A etapa final é buscar as lêndeas pelo couro cabeludo. Nenhuma medicação pode garantir que elas morram e, por isso, é necessário removê-las antes que surjam novamente e causem uma nova infestação. Algumas dicas para facilitar o processo são: lavar os cabelos com vinagre branco, repartir o cabelo e usar um pente fino de metal.

Uma lupa pode ajudar a visualizar as lêndeas e é ideal limpar o pente antes de usá-lo em outra parte do cabelo, para que os ovos não sejam realocados.
Repetir o processo de remoção manual a cada três dias é recomendado por até três semanas após a infestação, e vale a pena ressaltar que essa parte do processo é a única possível ao tratar infestações em crianças com dois meses ou menos.

Como prevenir novas infestações de piolho?
Os piolhos não sobrevivem muito tempo longe do couro cabeludo. Porém, alguns métodos de prevenção podem colaborar para que uma nova infestação não aconteça. Roupas comuns e roupas de cama devem ser lavadas em água quente e secar ao sol.

Tapetes e móveis devem ser aspirados, acessórios de cabelo e pentes lavados e colocar capas plásticas em almofadas e travesseiros por duas semanas é indicado.

Fonte:
Everyday Health
Tradutora e redatora: Daniela Souza
Revisora: Paula Ávila
Designer: Raphael Alpoim
Diretor Geral: Geraldo Majella

  • Gostou? Compartilhe: