Uma mesa com diversos alimentos em ômega-3 dispostos sobre elas, com os dizeres: Qual a importância do ômega- 3 para o organismo e onde encontrá-lo?

Qual a importância do ômega- 3 para o organismo e onde encontrá-lo?

Data de publicação: 25/06/2019 14:12:00
Categoria: Alimentação e Saúde

As gorduras saudáveis estão em alta. De azeites extra virgens a receitas com abacate, é cada vez mais comum adicioná-las à dieta. Entre essas gorduras insaturadas, que fazem bem à saúde, estão os ácidos graxos ômega-3, um tipo de gordura poli-insaturada.

A principal fonte desse nutriente são os peixes, que se alimentam de microalgas que o produzem. De acordo com um estudo da Mayo Clinic, o consumo de ácidos graxos ômega-3 pode reduzir as chances de problemas cardiovasculares, como os ataques cardíacos, em até 45%, além de diminuir até pela metade os níveis de triglicerídeos

Como o ômega-3 age no organismo? 
Os ácidos graxos ômega-3 são úteis ao organismo na formação de estruturas de membrana celular, principalmente no cérebro. Por isso, esse nutriente contribui para a saúde mental, a manutenção da memória, na fixação de aprendizado e na prevenção de inflamações do cérebro com o envelhecimento.

Quanto ômega-3 é preciso consumir? 
O assunto ainda gera muitas dúvidas e polêmica. Embora a Sociedade Americana do Coração aconselha o consumo de até 4 gramas por dia, alguns estudos dizem que essa porção poderia causar complicações de saúde.

Neste estudo, para pessoas acima dos 19 anos, a média recomendada de ácidos graxos ômega-3 por dia, é de 1,6 g para homens, 1,1 g para mulheres, 1,4g para grávidas e 1,3g para lactantes.

Quais são as melhores fontes de ômega-3?
Salmão: contém 2 g de ômega-3 a cada 85 gramas de peixe
Anchova enlatada: 1,8 g de ômega-3 em 85 gramas
Arenque: 1,8 g de ômega-3 em 85 gramas
Cavala: 1,1 g de ômega-3 em 85 gramas
Atum branco enlatado: 1 g de ômega-3 em 85 gramas de peixe

É importante saber que alguns peixes têm grandes quantidades de mercúrio. Por isso, a Food and Drug Administration e a Environmental Protection Agency, nos Estados Unidos, recomenda apenas duas ou três porções de um mesmo peixe por semana.

Fonte:
Healthi Nation
Tradutora e redatora: Daniela Souza
Revisora: Paula Ávila
Designer: Raphael Alpoim
Diretor Geral: Geraldo Majella

  • Gostou? Compartilhe: