uma mulher tocando a pele do rosto, com os dizeres: Saúde e Beleza

Como ter uma pele saudável e bonita?

Data de publicação: 07/08/2019 14:00:00
Categoria: Estética e Beleza

Sinônimo de saúde e beleza, uma pele bem cuidada e viçosa não é difícil de alcançar. Conhecer os tipos de pele, ter rotinas de cuidados, manter uma boa alimentação e um estilo de vida saudável são passos necessários para cuidar bem do maior órgão do corpo humano, que o protege de invasores como bactérias, fungos, produtos químicos, e do sol.

Os cuidados começam pela identificação do tipo de pele, que pode ser normal, seca, oleosa ou mista. É a partir daí que se determina quais são os principais cuidados a se tomar e quais produtos devem ser usados.

Quais são as características de cada tipo de pele?
As peles normais são uniformes e aveludadas, com quantidade equilibrada de produção de óleo, e poros menores. As peles secas são mais opacas, e inspiram mais cuidado com a hidratação, já que podem descascar com mais facilidade. Peles oleosas costumam ter mais brilho, espinhas e cravos, devido à alta produção de óleos. Por fim, as peles mistas têm regiões oleosas e secas, e exigem atenção dobrada.

Como manter a pele bonita e saudável?
A pele do rosto é bastante sensível e exige uma rotina equilibrada, com alguns cuidados básicos: a limpeza, a hidratação e a proteção contra os raios solares.

Limpeza
Lavar o rosto ao acordar e antes de ir dormir é recomendado. Porém, à noite, a higienização da pele é crucial, já que ao longo do dia ela acumula maquiagem, óleos excessivos e poluição. Peles secas e mistas devem ser higienizadas com produtos menos agressivos e que façam pouca espuma.

Hidratação
Logo depois da higienização vem a hidratação da pele. Até mesmo as peles oleosas devem ser hidratadas, para repor os óleos naturais retirados pelo ritual de limpeza. Para esse tipo de pele, são recomendados os hidratantes sem óleo, à base de água. Além disso, é preciso hidratar a pele de dentro para fora, ingerindo pelo menos 2 litros de água por dia. Em dias frios, chás e sucos de frutas podem ser uma opção para manter o corpo hidratado.

Proteção Solar
Para finalizar, é importante aplicar protetor solar, não apenas no rosto, mas no corpo todo, inclusive nas mãos. Seu papel é importante na proteção contra a radiação solar, na prevenção de queimaduras, do surgimento de manchas e do envelhecimento da pele.

Quanto mais avermelhada fica a pele quando exposta ao sol, maior deve ser o fator de proteção solar (FPS) escolhido. O mínimo indicado é FPS 15, com aplicação a cada duas horas quando há exposição direta ao sol. A quantidade de protetor solar ideal, de acordo com dermatologistas, é uma colher de chá rasa para o rosto e, para o corpo, a recomendação é de três colheres de sopa.

É importante lembrar que a ação do sol tem efeito cumulativo e, por isso, é importante proteger-se, evitando exposição aos raios ultravioletas entre 10h e 16h.

Como a alimentação pode beneficiar a pele?
Os líquidos e alimentos que ingerimos têm grande participação na saúde e na aparência da pele. Uma dieta balanceada, rica em frutas, legumes e hortaliças é ideal para manter a pele saudável. Ricos em vitaminas, sais minerais, fibras e água, esses alimentos contribuem para o bom funcionamento do corpo e a nutrição das células da pele. 

A vitamina C, por exemplo, encontrada em morangos, laranjas, mexericas, limões e cerejas, ajudam a prevenir o envelhecimento da pele. Já os alimentos ricos em isoflavonas, como a soja, contribuem para a elasticidade do órgão. Brócolis, cenoura e repolho também estão associados a uma pele saudável.

Mesmo no inverno, o consumo de água deve ser constante, para prevenir a desidratação e seus impactos sobre a pele. Chás e sucos de fruta são opções para esta estação, assim como águas saborizadas podem ser uma estratégia para aqueles que não gostam de beber água regularmente.

Hábitos que prejudicam a saúde da pele
Banhos quentes, buchas abrasivas e produtos de beleza caseiros podem danificar a pele e deixá-la ressecada. O uso de limão para retirar manchas pode causar queimaduras, assim como o uso de açúcar para esfoliar o rosto pode causar lesões. Além disso, a exposição constante ao sol pode ocasionar manchas, queimaduras, e levar ao câncer de pele.

Problemas de pele, desde os mais comuns como cravos e espinhas, aos mais graves, como câncer de pele, devem ser tratados com auxílio de um dermatologista. Procedimentos como o peeling devem ser realizados por profissionais capacitados e, caso surja alguma dúvida sobre a aparência de uma mancha ou outros sintomas, busque ajuda médica.

Fontes
Sociedade Brasileira de Dermatologia - 1
Sociedade Brasileira de Dermatologia - 2
Sociedade Brasileira de Dermatologia - 3
Sociedade Brasileira de Dermatologia - 4
Sociedade Brasileira de Dermatologia - 5
Healthline - 1
Healthline - 2
Healthline - 3
INCA - Instituto Nacional do Câncer

Tradutora e redatora: Daniela Souza
Revisora: Paula Ávila
Designer: Raphael Alpoim
Diretor técnico: Geraldo Majella

  • Gostou? Compartilhe: