Uma pessoa segurando um medidor de glicose em frente a um prato de salada, com os dizeres: Quais são as complicações da diabetes e como evitá-los?

Quais são as complicações da diabetes e como evitá-los?

Data de publicação: 03/05/2019 10:22:00
Categoria: Doenças e Sintomas

A diabetes é um problema para cerca de 9% dos brasileiros, de acordo com dados do Ministério da Saúde. Essa doença, causada pela insuficiência ou má administração da insulina no organismo pode causar graves danos à saúde, levando a complicações no sistema vascular, ocular, renal, entre outros.

O sedentarismo, os maus hábitos alimentares e até mesmo o envelhecimento têm contribuído para o aumento de casos de diabetes no país. Subdivida em tipo 1 e 2, a diabetes pode ter origens hereditárias ou ter como gatilho o estilo de vida e a alimentação.

Quais são as possíveis complicações da diabetes?
O acompanhamento médico, o controle da alimentação e a administração correta de medicamentos são as melhores formas de garantir que a diabetes não progrida e prejudique outros órgãos. Porém, quando os níveis de açúcar no organismo não são mantidos sob controle, essa doença pode ter graves consequências.

Hipertensão arterial
A hipertensão pode ser um problema para pessoas com diabetes do tipo 2, causando complicações como o risco de ataque cardíaco, derrame, problemas de visão, e doenças nos rins.

Para evitá-las, é recomendada uma dieta com pouco sódio, além de exercícios físicos regulares e a administração correta dos medicamentos prescritos.

Doenças Cardiovasculares
Pessoas com diabetes têm mais propensão a desenvolver problemas cardíacos. Isso porque, quando não controlados, os altos níveis de açúcar no sangue podem danificar as artérias e causar aumento de colesterol, o que contribui para o entupimento de artérias. Com a passagem de sangue bloqueada, aumentam as chances de derrames, por exemplo.

Parar de fumar, manter uma dieta balanceada e praticar exercícios físicos são formas de evitar este tipo de complicação.

Problemas nos olhos
A diabetes pode prejudicar a circulação de sangue nos olhos, aumentando os riscos de desenvolvimento de glaucoma, catarata e a retinopatia diabética – caracterizada pelos danos dos vasos sanguíneos localizados na parte de traz dos olhos.

Todas essas condições podem causar cegueira a longo prazo, por isso é necessário manter visitas regulares ao oftalmologista. Sintomas como borrões, áreas escuras no campo de visão e dificuldades de distinguir cores devem ser observadas e descritas ao médico.

Pé diabético
Essa é uma complicação que causa feridas nos pés devido aos problemas de circulação sanguínea. Em casos graves, essas úlceras podem infeccionar e levar à necessidade de amputação do membro. Por isso, é importante manter os pés limpos e protegidos, e estar atento ao surgimento de vermelhidão ou feridas, além de manter o controle da diabetes.

Danos nos rins
A presença de proteína na urina pode ser um sinal de problemas nos rins. A falência dos órgãos que filtram o sangue pode ser causada pelo excesso de açúcar no sangue. É recomendado o controle médico anual para prevenção desse tipo de complicação.

Neuropatia diabética
A diabetes tipo 2 pode causar danos aos nervos periféricos, responsáveis por parte da comunicação entre o cérebro e as outras partes do corpo, como os pés. De acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes, essa é uma complicação comum da doença, e que pode levar à necessidade de amputação de membros.

Alguns sintomas da neuropatia diabética são: falta de sensibilidade, formigamento, perda de equilíbrio, problemas de visão, incontinência urinária, diarreia, disfunção erétil e ressecamento vaginal.

Mal de Alzheimer
A demência pode ser um tipo de complicação da diabetes tipo 2, já que o excesso de açúcar pode danificar o cérebro.

Fontes
Healthline - 1
Healthline - 2
Governo do Brasil
Sociedade Brasileira de Diabetes

Tradutora e redatora: Daniela Souza
Revisora: Paula Ávila
Designer: Raphael Alpoim
Diretor Técnico: Geraldo Majella

  • Gostou? Compartilhe: