Uma mão fechada mostrando apenas um dedo com um lacinho de cor vermelha amarrada ao dedo indicador com os dizeres: 10 exercícios cerebrais que vão potencializar sua memória

10 exercícios cerebrais que vão potencializar sua memória

Data de publicação: 09/04/2019 19:13:00
Categoria: Dicas de Saúde
Por Linda Melone
 
Assim como os músculos sem exercício tornam-se menos resistentes, um cérebro sem estímulos também pode atrofiar. Com o passar dos anos, é normal que o cérebro se desgaste e perca parte de sua reserva cognitiva, o que pode ser notado em sintomas como a dificuldade de tarefas mentais e na perda de memória – o que pode ser evitado.

Então, assim como os exercícios físicos são recomendados para adicionar massa magra ao corpo e ajudar a manter os músculos na terceira idade, os pesquisadores acreditam que seguir um estilo de vida saudável e realizar exercícios cerebrais regulares também pode aumentar a reserva cognitiva do cérebro.

O Cérebro Saudável: Uma Abordagem Multifacetada
Em 2013, um estudo publicado na PLOS ONE, indicou que pessoas com estilo de vida mais saudável têm menos chances de desenvolver problemas cognitivos e demência. Os dados de mais de dois mil pacientes foram analisados por 30 anos, e a pesquisa é considerada uma das mais detalhadas sobre a relação entre estilo de vida e risco de demência.

A adoção de quatro ou todos os cinco comportamentos saudáveis propostos a seguir provou ser eficaz na redução de 60% das chances de desenvolvimento de doenças neurológicas: não fumar, manter o controle sobre o índice de massa corporal (IMC), manter uma dieta rica em frutas e vegetais, realizar atividades físicas regularmente e manter baixo ou moderado o consumo de álcool.

"Abordagens para a saúde do cérebro incluem uma dieta bem equilibrada, pobre em gordura e em colesterol e rica em antioxidantes", afirma o médico Robert Bender, diretor médico do Centro de Memória Johnny Orr e do Instituto Healthy Aging, em Des Moines, Iowa.

O cérebro precisa aprender coisas novas, e por isso o tédio e a rotina devem ser evitados. Os exercícios físicos e a alimentação saudável colaboram para a saúde vascular, o que ajuda a proteger os tecidos do cérebro. Além disso, estratégias simples como evitar assistir televisão por um longo período e prestar atenção às coisas ao redor são importantes para a saúde cerebral.

10 Exercícios simples para melhorar a memória
Uma rotina cheia de estímulos é o segredo para um cérebro saudável a longo prazo. E, para isso, atividades comuns relacionadas ao mundo real podem ser mais efetivas que softwares de treinamento cerebral, de acordo com uma revisão de 2014, publicada na revista PLOS Medicine, em que pesquisadores australianos descobriram que os jogos digitais específicos para o cérebro não são particularmente eficazes para melhorar o desempenho do órgão.

Dirigir por um caminho diferente, escovar os dentes com a mão oposta e praticar jogos como sudoku são as apostas dos especialistas no treinamento cerebral. Confira algumas dicas para melhorar a memória e manter o cérebro em forma:
 
Crie listas mentais e revisite-as durante o dia para aferir que ainda se lembra de todos os itens. Pode ser a lista do mercado ou de tarefas para o dia. O importante é tornar a lista desafiadora, para um maior estímulo mental.

Envolva-se com música, seja aprendendo a tocar um novo instrumento ou participando de um coral, por exemplo. A complexidade da música é um excelente exercício para a mente a longo prazo.

Esqueça a calculadora e tente fazer contas sem o auxílio de lápis, papel, celular e computador. Uma forma de dificultar esse exercício é realiza-lo junto a outras atividades, como a caminhada.

Aprenda receitas novas, de uma cozinha diferente da sua. Italiana, francesa, marroquina, escolha pratos que estimulem olfato, visão, paladar e tato. Quanto mais áreas do cérebro ativadas, melhor.

Dedique-se a um novo idioma. Pensar, falar e ouvir em outra língua estimula o cérebro, e a construção de um novo vocabulário está associada à redução de risco de declínio cognitivo.

Imagine o desenho das palavras. Visualize a grafia em sua mente e, depois, desafie-se a pensar em outras palavras que comecem ou terminem com as mesmas letras, por exemplo.

Crie mapas mentais para voltar para casa, imagine rotas dentro do seu bairro e todas as vezes que visitar um novo local.

Teste seu paladar tentando identificar os ingredientes utilizados em um prato, ou os aromas presentes em um chá.

Pratique atividades motoras. Pintura, desenho, tricô e até mesmo quebra-cabeças são úteis para treinar a relação entre aquilo que os olhos veem e as mãos executam.

Busque exercícios físicos que desafiem corpo e mente. Yoga, golfe ou tênis são alguns exemplos de atividades que estimulam o cérebro.

Prevenir o envelhecimento do cérebro é tão importante quanto evitar doenças cardíacas. "Na próxima década, eu presumo que o bem-estar do cérebro será uma prioridade, junto com a saúde do coração, agora que há provas de que viver um estilo de vida saudável também traz benefícios para o cérebro!", conclui o doutor Robert Bender.

Fonte:
Everyday Health

Tradutora e redatora: Daniela Souza
Revisora: Paula Ávila
Designer: Raphael Alpoim
Diretor técnico: Geraldo Majella

  • Gostou? Compartilhe: