uma perna com trombose

Trombose: saiba quais são os riscos e como evitar a doença

Data de publicação: 05/02/2019 18:44:00
Categoria: Doenças e Sintomas

A trombose ocorre quando o fluxo de um vaso sanguíneo é bloqueado por um coágulo, chamado trombo. O quadro pode tornar-se mais agudo quando esse coágulo viaja por meio da corrente sanguínea e atinge outras regiões, como os pulmões ou o cérebro, causando graves complicações.

Pré-disposição genética, longos repousos, cirurgias, longas viagens de avião e até pílulas contraceptivas podem estar entre as causas da trombose, também conhecida como trombose venosa profunda, quando o coágulo de sangue surge em veias profundas da perna.

Quais são os principais sintomas da trombose?
A trombose nem sempre apresenta sintomas, mas os sinais mais comuns da doença são dores, calor, vermelhidão e inchaço no local onde surge o coágulo. As possíveis complicações desta enfermidade são consequências da movimentação do coágulo pela corrente sanguínea, podendo levar a acidentes vasculares cerebrais (AVC), ou a casos de embolia pulmonar.

O que causa a trombose?
Vários fatores podem colaborar para a ocorrência da trombose, e entre eles se destacam os altos níveis de colesterol e triglicérides, os longos repousos em posições que promovem pressão no sistema circulatório, as cirurgias recentes, a gravidez, os problemas cardíacos ou renais, e os antecedentes genéticos.

Ainda, é possível que a pílula anticoncepcional esteja relacionada com a trombose. Isso acontece porque o estrogênio, presente nesses medicamentos, pode interferir no equilíbrio de coagulação do sangue, favorecendo o acontecimento da trombose. O risco relativo de ocorrência de trombose em mulheres que tomam pílula anticoncepcional é de duas a sete vezes maior do que entre as que não usam.

Existem dietas que podem ajudar a combater a trombose?
O controle do colesterol e do acúmulo de gordura nos vasos sanguíneos podem reduzir as chances de desenvolvimento de trombose, e uma alimentação saudável é peça chave para atingir esse objetivo. O limão por exemplo, contribuei com a circulação e a produção de glóbulos brancos.

Já o azeite de oliva, assim como o abacate, aumenta a flexibilidade das vias sanguíneas, ajuda a abaixar o nível de colesterol e dificulta a formação de placas que podem bloquear o fluxo de sangue.

O alho possui enzimas de efeito anticoagulante, que podem reduzir as chances de desenvolvimento de coágulos, bem como as frutas ricas em vitaminas C, A e K, que também favorecem a elasticidade das paredes arteriais. Entre elas estão laranja, tangerina, kiwi, manga e morango.

O vinho tinto, ingerido com moderação, pode contribuir para a prevenção de acúmulo de gorduras nas artérias, enquanto as cenouras, ricas em betacarotenos, reduzem as chances de ataques cardíacos e equilibram os níveis de colesterol.

De que outras formas é possível prevenir-se contra a trombose?
Hidratar-se e manter o corpo em movimento são dicas cruciais para evitar a trombose. Até mesmo em longas viagens de avião, quando se permanece sentado por muito tempo, corre-se o risco de desenvolver a doença.

Por isso, é importante exercitar-se depois de longos períodos em repouso. Controlar o peso e manter uma alimentação balanceada também contribuem para a prevenção à trombose. O álcool, que causa a desidratação do organismo, deve ser evitado, assim como os cigarros.
Aqueles que têm casos de trombose na família ou passaram por cirurgias recentemente devem estar atentos aos sintomas e buscar avaliação médica caso haja alguma suspeita de formação de coágulo.

Como a trombose é tratada?
No tratamento da trombose podem ser utilizados medicamentos para destruir o coágulo ou medicamentos anticoagulantes. Em casos agudos, podem ser necessárias as cirurgias ou a intervenção por meio de cateter para destruir o coágulo.

Quando a pré-disposição à trombose é diagnosticada, sobretudo entre as pessoas que têm casos da doença na família, o médico pode sugerir tratamentos preventivos.

Fontes
Blog da Saúde
Blog da Saúde
Biblioteca Virtual em Saúde
Associação Brasileira de Hematologia, Hemoterapia e Terapia Celular
UNA-SUS
Healthline
Blog da Saúde
Dr. Dráuzio Varella
Melhor com Saúde
Melhor com Saúde
SAÚDE Abril

Tradutora e redatora: Daniela Souza
Revisora: Paula Ávila
Designer: Raphael Alpoim
Diretor técnico: Geraldo Majella

  • Gostou? Compartilhe: